27 de janeiro de 2022
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

ECONOMIA - 26/01/2022

BNB explica em live como aceleradoras podem acessar R? 6 milhões do Fundeci

Ouvir a matéria:
BNB explica em live como aceleradoras podem acessar R? 6 milhões do Fundeci

As aceleradoras interessadas em concorrer aos R? 6 milhões previstos no edital do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci) podem tirar dúvidas durante a live que ocorre nesta quarta-feira (26), às 10h, na página oficial do Banco do Nordeste no Youtube. A transmissão é aberta para todos os públicos.

O edital 02/2021 foi lançado no dia 24 dezembro e tem o objetivo de fomentar o empreendedorismo inovador e o desenvolvimento sustentável de startups. O documento prevê a oferta de recursos em caráter não reembolsável. Para concorrer ao edital, as empresas interessadas precisam realizar o cadastramento e o envio de projetos até 3 de março de 2022, devendo as aceleradoras e seus representantes estarem previamente habilitados até dia 24 de fevereiro de 2022.

As propostas devem ser enviadas, exclusivamente, pelo endereço eletrônico no site do BNB. O resultado preliminar da seleção dos projetos será divulgado em 7 de abril de 2022. Podem participar aceleradoras - empresas privadas que apoiam criação e crescimento de startups -- domiciliadas nos estados da região Nordeste e municípios do Espírito Santo e de Minas Gerais em que o Banco tem atuação.

As aceleradoras contempladas pelo edital irão estruturar e executar o Programa de Educação Empreendedora, que tem duração de até 12 meses e é dividido em dois módulos: ideação e tração.

Os recursos previstos serão usados para apoiar iniciativas de aceleradoras que auxiliam as empresas de base tecnológica (startups) na aproximação com investidores e potenciais clientes, assim como na aplicação de metodologia de validação de ideias, de acompanhamento, de capacitação e de aconselhamento nos aspectos técnicos, jurídicos e mercadológicos.

Os projetos selecionados poderão utilizar o valor obtido para pagamento de recursos humanos, equipamentos e material permanente, materiais de consumo, serviços de terceiros e despesas administrativas. Além disso, está prevista premiação em dinheiro a ser ofertada às startups mais bem colocadas em cada um dos dois módulos (ideação e tração). 

 
 

 

IMPRENSA - Banco do Nordeste

Mais notícias