19 de abril de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER - 05/03/2019

Mulher acusa dono de academia de jiu-jitsu de agredi-la em festa

Mulher acusa dono de academia de jiu-jitsu  de agredi-la em festa

Com os lábios cortados e a cabeça machucada, Noemi Ramos, 41 anos, decidiu quebrar o silêncio e denunciar o agora ex-noivo, Rodrigo Gomes Ferreira, 37, conhecido como Rodé. Segundo relatou à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), a advogada, empresária e atleta levou um tapa no rosto no domingo (3/3) porque havia perdido a chave do carro.

“Estávamos em uma festa de Carnaval no rancho de uns amigos dele, em Luziânia [GO]. Eu perdi a chave do carro. Estávamos procurando, e ele do nada me deu um tapa na cara. Caí no chão, bati a cabeça no meio-fio e fiquei desacordada”, contou ao Metrópoles.

Noemi procurou a polícia, tentou contar com o apoio de amigos que estavam no local, mas ouviu de outras mulheres que “elas não iriam se meter”. Rodrigo, o Rodé, é dono da franquia da academia de jiu-jitsu Gracie Barra no Cruzeiro. No local, ele instrui crianças, homens e mulheres. A advogada também é praticante da arte marcial.

Ela disse ter vivido um relacionamento abusivo por quase sete anos. “Ele quebrava as coisas em casa quando brigávamos. Meus filhos moram comigo e presenciaram coisas muito ruins durante esse tempo”, afirmou, emocionada.

Em 2013, a advogada chegou a abrir uma ocorrência de Lei Maria da Penha contra o então companheiro, mas retirou a acusação em seguida, por acreditar que ele mudaria de atitude. “Pensei que comigo seria diferente. Eu me mantive em um relacionamento conturbado por quase sete anos, mas só agora consegui denunciar”, disse. Ainda assim, contou, sempre teve medo de levar o caso às autoridades. Situação que mudou com a agressão de domingo (3).

Nas redes sociais, Noemi fez um desabafo e mostrou a lesão no lábio superior. “Hoje venho aqui para que isso não fique mais impune. Por anos sofri isso… Muitas mulheres sofrem com esses abusos, pensando que um dia isso irá mudar. Caráter se tem dentro e fora do tatame. Até quando vocês, profissionais, irão fechar os olhos para isso e manter pessoas desse patamar dentro dessa grande empresa?”, questionou no Instagram e no Facebook. METRÓPOLES