26 de novembro de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

TELEVISÃO - 11/10/2020

Mariana Ximenes ficou 'apavorada' ao reviver Tancinha em 'Haja coração'

Mariana Ximenes ficou 'apavorada' ao reviver Tancinha em 'Haja coração'

Mesmo quatro anos depois de "Haja coração" ir ao ar, Mariana Ximenes faz questão de mostrar que ainda sabe falar como Tancinha. Entre uma pergunta e outra da coletiva on-line, acompanhada pelo EXTRA na última semana, a atriz, de 39 anos, reforça seu sotaque da Mooca (bairro da Zona Leste de São Paulo) para celebrar o retorno da protagonista à faixa das sete da Globo, a partir da próxima segunda-feira.

— Ela tem uma especifidade ao falar, bota o pronome no meio das frase. É uma gíria bem paulistana. No começo, era dificil formatar essa linguagem e, às vezes, eu tinha que lembrar quem eu era porque já estava falando como a Tancinha por aí — relembra a loura, que considera o momento apropriado para a reprise da novela, que é uma releitura de "Sassaricando": — Quando a gente assiste aos noticiários, fica triste com tudo que está acontecendo. Então, para mim, é um alento poder acompanhar essa história que fala de solidariedade, empatia, amor ao próximo e família.

A feirante Tancinha (Mariana Ximenes) fica com o coração dividido entre Apolo (Malvino Salvador) e Beto (João Baldasserini) em 'Haja coração'A feirante Tancinha (Mariana Ximenes) fica com o coração dividido entre Apolo (Malvino Salvador) e Beto (João Baldasserini) em 'Haja coração' Foto: TV Globo/Divulgação

Apesar da leveza da trama, ser a feirante Tancinha não foi tão fácil para Mariana devido ao peso de interpretar uma personagem etenizada por Claudia Raia, em 1987:

— Foi uma responsabilidade gigantesca porque a Tancinha da Claudia foi um ícone. E a Claudia é uma das minhas melhores amigas, então eu tinha o compromisso profissional e afetivo sobre mim. Eu queria honrá-la, mas estava apavorada pensando na recepção do público. Até o dia da estreia, quase não saía de casa.

No fim das contas, a Tancinha de Mariana foi tão amada quanto a de Claudia, mesmo com algumas mudanças para deixá-la "mais contemporânea".

— Tive que trazer a Tancinha para esse mundo atual e bem diferente de 30 anos atrás. Ela é mulher trabalhadora, do tipo que fala o que pensa e luta pelos direitos dela. Acho, até, que ela pode ser tida como femnista — define a artista.

Novela interrompida

Luísa, a Condessa de Barral, será vivida por Mariana XimenesLuísa, a Condessa de Barral, será vivida por Mariana Ximenes Foto: Divulgação/TV Globo

Se não fosse a pandemia do novo coronavírus, Mariana estaria na telinha como Luísa, a Condessa de Barral, em “Nos tempos do imperador”, novela das seis que estrearia em março, após “Éramos seis”.

— Eu estava gravando a pleno vapor com o Selton (Mello, que será D. Pedro II), então, quando tudo parou, não tinha entendido direito que estávamos vivendo uma pandemia. Só depois de anunciarem o adiamento da novela que eu fiquei: “Uou. Isso é muito sério” — explica Mariana.

Enquanto as gravações do novo trabalho não são retomadas, Mariana aproveita para rever seus papéis em "A favorita" e "Chocolate com pimenta", reprisadas no Globoplay e no Viva, respectivamente. E tudo ao lado da mãe, Fátima Ximenes, que passa a quarentena na casa da filha, em São Paulo.

— Quando ela começa a gargalhar na sala, já sei que está passando "Chocolate" — conta a atriz.

Por Extra Online

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias