13 de novembro de 2019
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

TECNOLOGIA - 26/11/2018

Instagram barra compra de seguidores e likes: prática impactará a moda

Instagram barra compra de seguidores e likes: prática impactará a moda

O Instagram é atualmente a principal plataforma para a fama. Na tentativa de ganhar relevância, alguns internautas compram interações pagando por likes e causando a falsa impressão de que tem muitos seguidores. O veículo tornou-se um verdadeiro comércio e, ao mesmo tempo, uma ferramenta para lançar pessoas e tendências.

No entanto, a prática viola os termos de uso do app e, a partir de agora, com o intuito de tentar coibir esse tipo de conduta, a empresa vai deletar todos os bots: curtidas, comentários e followers criados por contas falsas.

Vem comigo saber mais!


De acordo com um relatório da empresa de segurança Trend Micro, é possível adquirir 300 mil seguidores no mercado chinês por cerca de R$ 8 mil, por exemplo. Em junho deste ano, o Instagram atingiu 1 bilhão de usuários, mas a ideia é que essas pessoas tenham acesso a um serviço verdadeiro e de qualidade.

“As pessoas vêm ao Instagram para ter experiências reais, incluindo interações genuínas. É nossa responsabilidade garantir que essas experiências não sejam interrompidas por atividades não autênticas”, declarou a empresa em comunicado oficial.

A nova política destaca: as postagens antigas não serão segmentadas retroativamente. No entanto, os usuários afetados terão necessariamente menores números de interação, o que será inevitavelmente perceptível.

Divulgação/Instagram
Pin this!
DIVULGAÇÃO/INSTAGRAM

 

No mundo da moda, isso pode ter impacto positivo na medida em que vai restaurar a confiança entre os usuários e anunciantes. As fashionistas, muito presentes no aplicativo em busca de tendências e dicas de estilo, também poderão confiar na credibilidade dos conteúdos consumidos.

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Rebeca Ligabue

METRÓPOLES

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%