28 de maio de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SERRA PRETA - 04/01/2022

Serra Preta: Prefeito nomeia a própria esposa para o cargo de Secretária

Ouvir a matéria:
Serra Preta:  Prefeito nomeia a própria esposa para o cargo de Secretária

Mal os fogos de final de ano se apagaram e o prefeito de Serra Preta, 150 km de Salvador, Franklin leite já começa nomeando sua esposa Lorena Silva de Oliveira Leite para o cargo de Secretária Municipal de Assistência Social. O decreto foi publicado nesta segunda-feira, 03 de janeiro de 2022.

A nomeação de Lorena Leite, esposa do prefeito Franklin, substituiu Etelvina Alves Lima Neta Pedreira, esposa do seu aliado político Evandro Figueiredo. A nomeação causou incomodo no grupo do prefeito. Franklin Leite, que teve mais de sete mil votos, mas só enxergou na própria esposa a pessoa ideal para o cargo. Para oposição foi um prato cheio, já que carregava nas costas a incoerência do ex-prefeito Aldinho que nomeou o filho para secretário Municipal - exonerado por recomendação do Ministério Público. Igor Almeida Souza foi nomeado para o cargo de secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos logo no início do mandato e exonerado em 2018.

A Súmula Vinculante número 13 veio para dar um freio nos abusos das nomeações de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau. Em Serra Preta, todos os prefeitos recentes nomearam pessoas do seu vínculo pessoal. Para o professor e bacharel em Direito Mário Ângelo Santos Barreto, além de desrespeito com o próprio grupo político, o gestor pode ter ferido o ordenamento jurídico, caso não seja servidor de carreira ou tenha capacidade técnica. Mesmo assim, há de se observar o interesse público e o princípio da boa-fé.

Nas redes sociais, não faltaram polêmicas com a nomeação. Eleitores apaixonados ou com cargos no poder local tentam relativizar, justificando que todos os ex-prefeitos fizeram nomeações de parentes e não veem prejuízo na mulher do prefeito ser a nova secretária. Muitos acusam a oposição de fazer política partidária apenas. Entretanto, para a oposição, caiu o moralismo do prefeito, que defende reconstruir o munícipio, mas segue as práticas vivenciadas de gestores anteriores. Um público mais independente defende que o gestor deveria seguir o que é mais justo e correto. Mesmo que a Lei possa permitir a esposa do prefeito no cargo, para muitos, é desnecessário acumular cargos na própria cozinha. "O prefeito já tem o cargo dele. Seria mais justo contemplar outra pessoa competente do munícipio", avaliou o professor Sandro Sena.

O vereador de oposição Silvaninho (PODEMOS) cobrou mais participação do seu grupo político em relação a nomeação. Disse que vai questionar o prefeito Franklin Leite sobre o ato administrativo, mas que precisa de apoio e acho estranho o silêncio de outros opositores. O "Mudança de Verdade" - grupo de esquerda suprapartidário de Serra Preta - disse que vai levar a questão para o Ministério Público e debater o tema com a população. Para o grupo, formado por professores, advogados, servidores e outros trabalhadores, o gestor municipal deve seguir o interesse público. Defende que seria relevante o próprio prefeito anular ou revogar o ato de nomeação da própria esposa Lorena Leite para o cargo de secretária, se preocupar mais com o início do ano letivo e sanar os danos provocados pela pandemia, através de politicas públicas inovadoras.



Por Blog de Mario Ângelo

Mais notícias