20 de abril de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SAÚDE - 06/03/2021

Secretário estadual da Saúde avalia um ano de pandemia na Bahia e pede que população atue como fiscal

Secretário estadual da Saúde avalia um ano de pandemia na Bahia e pede que população atue como fiscal

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, pediu neste sábado (6) que a população baiana atue como fiscal da saúde pública e ‘defenda a sociedade de pessoas que estão saindo nas ruas sem máscara, agindo de forma irresponsável, pois elas deveriam ser banidas do convívio social’. O apelo, em forma de vídeo, marca um ano da pandemia de Covid-19.

Na gravação, ele avalia as consequências do vírus no estado e destaca que a colaboração de grande parte do povo baiano - ao respeitar o distanciamento social e adotar o uso do álcool em gel e da máscara - ajudou a fazer com que o estado tivesse baixos índices de contaminação e de mortalidade, se comparados com o restante do Brasil.

Vilas-Boas lembrou que o vírus está se modificando ao logo do tempo, ficando mais agressivo e transmissível, mas disse que “falta pouco para termos vacina em quantidade suficiente para toda a população”. Assista ao vídeo no final da matéria.

“Ninguém esperava que a pandemia durasse até agora. Hoje completamos 1 ano do primeiro caso confirmado de Covid-19 na Bahia, e o cuidado não pode parar. Apenas juntos conseguiremos vencer essa batalha. Com o trabalho do governador Rui Costa temos uma das menores taxas de mortalidade do país e uma das melhores taxas de vacinação. Ainda assim, sem o apoio da população, isso não é suficiente. Meu apelo hoje é para que todos sejamos fiscais da saúde pública e corresponsáveis por essa vitória”, escreveu o secretário em seu perfil no Twitter.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.Leia os termos de uso
Informações por B News

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias