15 de abril de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 10/02/2024

SSP apresenta balanço do primeiro dia do Carnaval de Salvador em reunião com a presença do governador

SSP apresenta balanço do primeiro dia do Carnaval de Salvador em reunião com a presença do governador

O primeiro dia do Carnaval de Salvador 2024, encerrado na madrugada desta sexta-feira (9), teve reduções de 62% dos roubos e de 50% dos furtos, na comparação com o mesmo dia da festa do ano passado. Dez pessoas foram autuadas pelos crimes de roubo, furto, lesão corporal, violência doméstica e importunação sexual. Os dados foram apresentados durante reunião que aconteceu no Quartel dos Aflitos, no bairro Dois de Julho, na presença do governador Jerônimo Rodrigues, do vice-governador e coordenador do Carnaval, Geraldo Júnior, secretários de Estado e outros gestores, que também apresentaram os resultados das ações em outras pastas, com o objetivo de acompanhar e avaliar as estratégias

 

"Eu tenho a felicidade de ter uma integração, a presença, aqui, de órgão da Prefeitura, Ministério Público, a Defesa Civil, órgãos do Governo Federal, com a área de saúde, direitos humanos. Então, fizemos a integração e a avaliação, que são muito positivas. Deus nos ajude que a gente continue assim. Ontem, nos portais, foram registradas quase um milhão e meio de pessoas. Nós temos certeza de que três milhões de pessoas estão nesses circuitos, vindo de fora, só em Salvador. Garantir a tranquilidade desses números, realmente, nos engrandece muito", destacou o governador

 

O trabalho das patrulhas da Polícia Militar, das equipes infiltradas da Polícia Civil e do sistema de monitoramento de câmeras da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) resultou na queda dos crimes contra o patrimônio (roubos e furtos). Em 2024, as Forças de Segurança contabilizaram 12 roubos nos três circuitos, contra 32 ocorrências no evento de 2023. Os furtos saíram de 146 casos, no ano passado, para 73 ocorrências, em 2024.

 

"Um balanço muito positivo, com ações de governo, ações de articulação com órgãos de controle, para que estabeleça, mais uma vez, o melhor evento de rua do planeta, o maior Carnaval da história da Bahia. Os números mostrados aqui, hoje, são números que permanecem dentro de um planejamento estabelecido pelo Governo do Estado e a nossa expectativa, a nossa torcida, é que continue sendo um Carnaval de paz, de inclusão social, de democracia, de igualdade", reforçou Geraldo Junior.

 

Ausência de morte violenta e prisões

 

Nos três circuitos do Carnaval, a Polícia não registrou crime grave contra a vida (homicídio, latrocínio, feminicídio e lesão dolosa seguida de morte). Não houve, também, tentativa de homicídio ou lesão corporal grave. Brigas culminaram em 11 casos de lesões leves.

 

O trabalho conjunto da polícias Militar e Civil (PM e PC) alcançou 10 criminosos nos circuitos. Entre eles, quatro foram capturados por furto, dois por tráfico de drogas, dois por roubo, um por violência doméstica e um por importunação sexual.

 

Bombeiros

 

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMB) registrou atendimentos no circuito Dodô (71), Osmar (42) e Batatinha (2). O maior volume foi de atendimentos pré-hospitalares (desmaio, embriaguez e ferimentos ou traumas), seguidos das ações de prevenção.

 

DPT e Seap

 

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou, pela primeira vez, os exames de lesões corporais de custodiados nos circuitos da festa, com emissão imediata dos laudos. A iniciativa vai dar mais celeridade ao encaminhamento dos presos para as audiências de custódia. Além disso, também pela primeira vez, estão sendo realizadas nos circuitos as identificações dos presos que estiverem sem identificação.

 

A Polícia Penal participa do Carnaval pela primeira vez em 2024, atuando, diretamente, nas ruas e em apoio à Polícia Civil, realizando a custódia, escolta e encaminhamento do sistema prisional para aqueles presos no Carnaval que a prisão permaneça, entre outras medidas. Nos presídios, foi reforçada a segurança com a Operação Força Máxima, com o incremento de mais de 289 agentes na capital. No primeiro dia de revistas nas unidades, foram realizadas busca de material e encontrado um vasto material: 47 aparelhos celulares, mais de 18 facas, quase seis quilos de drogas.

 

Mais de R$ 80 milhões de reais foram empregados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) em efetivo, soluções tecnológicas inéditas e na instalação do Comitê Integrado de Inteligência, para garantir a tranquilidade dos milhões de baianos e turistas que aproveitarão o Carnaval 2024 na Bahia. Cerca de 37 mil policiais militares, civis e técnicos, além de bombeiros, com apoio de profissionais administrativos, atuarão nos circuitos oficiais de Salvador e no seu entorno, bem como nas festas nos bairros e em 75 cidades do interior.

 

Repórter: Lina Magalí/GOVBA

Confira aqui a galeria de fotos desta matéria.

Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Mais notícias