18 de junho de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 31/12/2022

Festival Virada: ambulantes dobram faturamento com vendas durante evento

Ouvir a matéria:
Festival Virada: ambulantes dobram faturamento com vendas durante evento

O Festival Virada Salvador, vai além de um evento voltado apenas para o entretenimento, os festejos tem a capacidade de movimentar a economia local. O comércio informal, por exemplo, é um dos segmentos beneficiados com o evento. Vendedores ambulantes que atuam na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, chegam a registar o dobro do faturamento das vendas em relação ao dia a dia, o que tem garantido uma renda extra neste final de ano.

A pipoqueira Mônica Ferreira, por exemplo, que atua na profissão há duas décadas, comemorou a contabilidade dos dois primeiros dias de festival. “As vendas têm melhorado progressivamente. Com as atrações melhores desta edição, o público tem descido em peso para assistir os shows”, avalia.

Mônica conta que tem conseguido faturar entre R$800 a R$1 mil por dia. “É meu primeiro ano de réveillon. Em dias normais, comercializo entre R$300 a R$400. Ou seja, uma festa dessa proporciona ganho de duas a três vezes mais do fluxo de caixa”, acrescenta ela. No local, o público encontra pipoca doce, salgada e até colorida. Os valores variam entre R$5, R$8 e R$10, a depender do tamanho da embalagem. A forma de pagamento aceita é dinheiro, cartão e Pix.

O Presidente da Associação Integrada de Vendedores Ambulantes e Feirantes de Salvador (Assidivam), Rosimario Lopes comemorou o retorno da festa após dois anos de pandemia.

“O comércio de rua representa uma fatia muito grande da nossa economia e precisava desse estímulo. São centenas de ambulantes que estão tendo essa oportunidade de aumentar a renda. O retorno que temos recebido é que o resultado tem sido muito positivo”, pontua.

Por Bahia.ba

Mais notícias