10 de maio de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 08/03/2021

Donos e funcionários de bares e restaurantes do Rio Vermelho fazem protesto contra medidas restritivas

Donos e funcionários de bares e restaurantes do Rio Vermelho fazem protesto contra medidas restritivas

Na noite desta segunda-feira (8), donos e funcionários de bares e restaurantes se reuniram no Largo de Santana, mais conhecido como Largo da Dinha, no Rio Vermelho, para protestar contra as restrições impostas pela Prefeitura de Salvador que proíbe o funcionamento desses estabelecimentos. As medidas restritivas visam conter o avanço da Covid-19 na cidade. 

Poucas pessoas estavam presentes no protesto, que foi pacífico e teve duas viaturas da Polícia Militar no local para acompanhar a manifestação. Os manifestantes seguravam cartazes pedindo para voltar ao trabalho. 

Maurício Silva, funcionário de um dos estabelecimentos, conversou com o Bnews e explicou que não era a intenção deles causar aglomeração para manifestar, mas que se fez necessário. 

“Estamos aqui há mais de um mês pedindo a Bruno Reis e ao governador para que eles falem diretamente com a gente, coisa que eles não estão fazendo. Queremos respostas deles e eles não estão dando", explicou o funcionário. 

Maurício também afirmou que é possível conter a aglomeração mesmo com os bares e restaurantes abertos. “Meu bar sempre seguiu todas as regras, sempre cuidou disso, tanto que o bar nunca foi fechado [durante fiscalizações da prefeitura]. Isso é sinal de que os bares conseguem controlar a aglomeração. Não entendi porque ele [Bruno Reis e Rui Costa] fechou e nos deixou sem respostas”, disse. 

A garçonete de um dos restaurantes, Angélica Souza, explicou que as restrições fizeram com que ela perdesse a sua maior fonte de renda. 

“Estou com aluguel atrasado. As contas de água e luz também estão atrasadas e estou com medo de cortar porque já tem quatro, duas de cada. O restaurante fechou as portas, já tenho duas semanas sem trabalhar e sem receber porque o patrão não conseguiu arcar com as dívidas”, afirmou. 

Os manifestantes não entendem o motivo do fechamento dos estabelecimentos visto que eles usavam proteções, como máscara e viseiras, para conter a proliferação do vírus e evitam aglomerações.

 Nas últimas 24 horas, o estado registrou 102 novas mortes por Covid-19 e 1.413 casos da doença

“Infelizmente, a situação continua muito grave. Só para vocês terem uma ideia, ao longo desses três dias foram 320 óbitos na Bahia. Os hospitais privados continuam operando a quase 100%. A rede estadual a mais de 90%, a grande maioria dos nossos hospitais. As UPAs e emergências lotadas", disse Rui  Costa quando anunciou as medidas restritivas. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.Informações por B News

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias