19 de abril de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 16/11/2020

Vitória de Bruno Reis em Salvador consolida 'soberania' de ACM Neto na cidade

Vitória de Bruno Reis em Salvador consolida 'soberania' de ACM Neto na cidade

Uma eleição sem surpresas. Esse é o resumo do pleito em Salvador, que terminou com uma vitória expressiva do vice-prefeito Bruno Reis (DEM), com mais de 64% dos votos válidos - quase três vezes mais do que a segunda colocada, Major Denice (PT). O resultado consolida o papel do prefeito ACM Neto (DEM) na formação de uma liderança para substituí-lo, algo que ainda não pareceu ser uma característica do governador Rui Costa (PT).

 

Não dá para dizer que Rui foi o grande derrotado nas urnas soteropolitanas. Ele sabia do peso dele, mas preferiu apostar alto para tentar se cacifar ainda mais politicamente. Não deu certo. A afilhada dele cresceu, mas não o suficiente para forçar um segundo turno. A candidatura petista, de uma pessoa de fora do eixo político, tinha chances praticamente idênticas de dar certo ou errado. A apuração mostrou que a segunda opção superou a possibilidade de um resultado positivo nas urnas.

 

Bruno Reis fez uma campanha feijão com arroz, sem criar uma expectativa muito maior sobre o favoritismo dele no pleito. É, ao lado do atual prefeito, o vencedor de uma eleição completamente atípica. Ainda assim, o vice construiu um arco de alianças amplo, mordiscou partidos da base do governador e consolidou uma “chapa” de vereadores que o colocou na ponta da corrida eleitoral desde os primeiros instantes.

 

Talvez o único ponto fora da curva, não previsto nas pesquisas de intenção de voto, tenha sido a chegada de Cezar Leite (PRTB) à frente de nomes mais consolidados, como Olívia Santana (PCdoB) e Hilton Coelho (PSOL). O único candidato bolsonarista na disputa em Salvador conseguiu nadar contra a onda de rejeição ao presidente Jair Bolsonaro e não teve uma votação desprezível - por isso, há algum tempo, falei neste espaço que Rui precisava torcer por Cezar Leite para tentar levar a disputa para o segundo turno.

 

A vitória de Bruno Reis foi tão acachapante que com cerca de 70% das urnas apuradas já foi possível identificar que a decisão sobre o futuro ocupante do Palácio Thomé de Souza sairia no primeiro turno. Tanto que Denice fez um pronunciamento reconhecendo a derrota, frente ao silêncio do padrinho dela, que optou por não falar publicamente sobre o resultado. A candidata, nesse sentido, não sai tão diminuta quanto o resultado das urnas.

 

A esquerda soteropolitana não conseguiu ameaçar a soberania na cidade do principal adversário político do PT na Bahia, o prefeito ACM Neto. Ainda que nas últimas eleições nacionais e estaduais a capital baiana tenha dado expressivas votações ao petismo, ACM Neto será um “calo” para o futuro. Bruno Reis é apenas uma pequena pedra no caminho. Informações por Bahia Notícias

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias