02 de agosto de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍTICA - 05/03/2021

Por onde passa um boi passa uma boiada

Por onde passa um boi passa uma boiada

O choro é livre, vai chorar no pé do caboclo, vai chorar na cama que é lugar quente, aceita que dói menos, por onde passa um boi passa uma boiada. Todas essas expressões cabem nesse momento àqueles que ajudaram na reeleição do prefeito Colbert Martins (MDB), ajudaram pra ser ajudados, pensando logo serem nomeados imediatamente, mas isso ainda não aconteceu e alguns estão com os nervos a flor da pele, o primeiro a puxar a fila dos insatisfeitos foi o engenheiro civil Jorge Pamponet, seguido pelo vereador Correia Zezito, Magno Felzeburg, que disse em entrevista ao Conectado News ter sido punido por ajudar Colbert e até o momento nem uma ligação de solidariedade recebeu, agora é a vez do advogado e ex-vereador Renildo Brito. Espernear, colocar as asas de fora e cobrar espaço para o seu partido ou (PSDB) ou para si mesmo.

Essas pessoas deveriam saber que o remédio amargo é dado logo no início de qualquer governo, porque ao longo dos quatro anos todos acabam esquecendo e na política ganha-se com os amigos e governa-se com inimigos, o cobertor é curto ou cobre os pés ou descobre, e não tem como ajudar a todos, a máquina está inchada é o que dizem.

Esse pessoal tem condições, sim, de procurar a iniciativa privada e procurar um emprego, a maioria das vezes pra ganhar muito mais.

Colbert Martins tem que saber agora arrumar a casa, pôr em ordem mesmo, chamar esse pessoal pra uma conversa de pé de ouvido e mostrar as verdades se serão chamados oportunamente, se tem espaço. É só uma questão de tempo ou não, porque ao contrário, esses insatisfeitos poderão minar sua administração. 

Mas enquanto Colbert não chama, é um direito livre aos reclames,  a final, quem tem sua dor é quem geme.

Por Luiz Santos 

Conectados News

Mais notícias