12 de maio de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍTICA - 04/03/2021

“Fui punido por ter apoiado o prefeito, mas infelizmente nem contato ele fez comigo”, diz Magno Felzemburgh sobre Colbert

“Fui punido por ter apoiado o prefeito, mas infelizmente nem contato ele fez comigo”, diz Magno Felzemburgh sobre Colbert

Durante o período eleitoral, surgiu rumores de que o advogado Magno Felzemburgh, primeiro suplente a deputado estadual pelo (PSL), assumiria o Procon de Feira de Santana. 

Segundo Magno, durante as eleições municipais de 2020, da qual Colbert saiu vitorioso, ele fez uma aliança com o deputado José de Arimateia, Carlos Geilson e com o próprio Felzemburgh.

No entanto, de acordo com Magno, houve o( PSL), teve um racha, já que a presidente do partido, a deputada Dayane Pimentel, direcionou os votos contra Colbert e Magno orientou a votação a favor do prefeito. Desde então, ele afirma que não teve mais contato com o Colbert para falar sobre um possível cargo no governo municipal, disse durante entrevista ao Conectado News.

“De lá pra cá eu não tive nenhum contato com ele, a gente entende as questões da pandemia, mas a máquina pública está funcionando, ele já fez a composição do governo e infelizmente eu fui punido porque é até uma questão normal, eu era indicação do partido, o partido decidiu votar com o PT, como eu não segui a orientação do partido, eu acabei saindo, então minha exoneração era esperada, eu não me arrependo do que fiz, faria tudo de novo porque eu fiz isso por amor a minha cidade, que é Feira de Santana. Então eu fui punido por ter apoiado o prefeito, mas infelizmente nem contato ele fez comigo, nem de solidariedade, podemos assim dizer”, afirmou ele. 

Magno explicou ainda que os cargos comissionados, chamados de cargo de confiança, são fruto de uma aliança entre os partidos, que fazem a indicação técnica, de pessoas que tem a capacidade para exercer a função, ou então “é uma indicação do próprio prefeito, que também acontece muito inclusive, principalmente as pastas como Educação, Saúde, Serviço Público, Fazenda, Administração, são pastas que são do eixo do governo, geralmente são pastas de indicações pessoais do prefeito”, afirmou Felzemburgh. 

Com essa punição do partido, ele esperava ser abraçado pelo governo municipal, o que não aconteceu. 

“É claro que a gente cria expectativas no mundo que a gente vive, principalmente expectativa de homens de palavra, que fazem compromissos, como o prefeito Colbert e o ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho. Mas as veze as coisas não acontecem como a gente imagina, mas no mundo é assim, importante que a gente tá aqui”, disse Magno, afirmando que agora está Feira todos os dias, trabalhando como advogado em seu escritório, após exoneração do cargo que exercia em Salvador. 

Magno não quis afirmar que o prefeito “não cumpriu uma promessa”, por achar uma forma muito dura de se tratar, mas em outras palavras, ele afirmou que de fato, não teve seu apoio reconhecido. 

“O prefeito sabe o compromisso que ele tem com esse grupo, que liderou essa vitória dele no segundo turno, o ex-prefeito Zé Ronaldo na época me ligou, inclusive, ele sabe o compromisso que ele tem com esse grupo, de contribuir com o governo, com a cidade”, ressaltou. 

O apoio de Magno foi pedido durante a campanha do segundo turno, no entanto, segundo ele, o prefeito sequer ligou para o amparar após ter sido exonerado. 

“Ninguém ligou, nem depois (das eleições), nem depois que eu saí, porque, pra mim o mais difícil não é não estar no governo, o mais difícil é eu ter sido punido em Salvador por ter apoiado ele, e nem ele nem Zé Ronaldo sequer deram um telefonema”, disse ele, ressentido pela falta de amparo no momento. 

“As pessoas que tem consideração pelos outros, as pessoas expressam esse ato de gentileza, é normal isso acontecer. Eu acho as vezes que as pessoas que esperam alguém morrer para dar uma declaração por alguém, a pessoa morreu e você faz uma declaração, que sente muito porque morreu e em vida, nunca deu um telefonema”, concluiu Magno, demonstrando estar claramente triste com o que aconteceu e deixando claro que torce muito para que essa gestão de Colbert dê certo.

Ouça a entrevista completa com o advogado Magno 

Reportagem Luz Santos e Danilo Abravanel

Edição Ana Meire Dias 

Informações por Conectados News/Luiz Santos

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias