07 de abril de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍTICA - 10/01/2020

Para tentar eleição, Datena usa proximidade com Bolsonaro

Para tentar eleição, Datena usa proximidade com Bolsonaro

O apresentador Luiz Datena tem alimentado a possibilidade de se candidatar à prefeito de São Paulo no pleito deste ano, assim como já ocorreu em outros períodos pré-eleitorais.

Recentemente, ao vivo em seu programa da Band, o apresentador chegou a divulgar uma pesquisa eleitoral, encomendada por uma instituição financeira, que colocava o seu próprio nome em primeiro lugar nas intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo.

Em todas as vezes, mesmo falando abertamente em concorrer, ele desistiu antes da hora. Mas dessa vez pode ser diferente, visto que Datena tem uma vantagem: a proximidade com o presidente Jair Bolsonaro. O apresentador, inclusive, tem realizado uma sucessão incomum de entrevistas exclusivas com o político.

Em setembro de 2018, três semanas depois da facada que levou em Juiz de Fora, Bolsonaro recebeu Datena no hospital Albert Einstein, em São Paulo, por 45 minutos. Em novembro, o apresentador foi à casa do então presidente eleito, no Rio, para outra entrevista, que durou quase duas horas.

O pedido partiu do próprio presidente. “Eu recebi uma ligação. Estava em Santa Catarina, que eu fui descansar um pouco. Recebi uma ligação, estava meio dormindo: ‘Ô Datena, você não vem falar aqui comigo? É o Bolsonaro’. Então, não tive tempo de me preparar muito bem pra essa entrevista”, disse o apresentador.

Ao longo de 2019, Datena fez outras cinco entrevistas exclusivas com o presidente. Agora em 3 de janeiro, fez mais uma, a primeira que Bolsonaro concedeu neste ano. Foram 49 minutos de conversa ao vivo, por telefone. Esta duração, absolutamente assombrosa na TV aberta, é um padrão nas entrevistas de Datena com Bolsonaro.

Outra característica é que o apresentador, normalmente verborrágico, costuma falar pouco e raramente interrompe o presidente ou faz contrapontos a declarações contraditórias ou vagas. As informações foi da Folha de S.Paulo. BAHIA.BA

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%