01 de abril de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍTICA - 19/12/2019

Lista dos 100 mais influentes do Congresso tem sete parlamentares baianos

Lista dos 100 mais influentes do Congresso tem sete parlamentares baianos

Sete parlamentares baianos integram a lista dos 100 “Cabeças do Congresso”. Organizada pelo "Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap)", a tradicional lista aponta os deputados e senadores mais influentes de Brasília.

Apesar do discurso de renovação que marcou as eleições do ano passado, o levantamento mostra que ainda são os políticos da chamada “velha política” que ainda dão as cartas no Congresso. Na Bahia, não foi diferentes. Dos sete nomes, seis são já tradicionais nas articulações legislativas. A novidade no grupo é o deputado federal João Roma (Republicanos), em seu primeiro mandato.

Além dele, estão entre os 100 mais influentes os senadores Jaques Wagner (PT) e Otto Alencar (PSD). No rol dos deputados, aparecem o líder do DEM na Câmara, Elmar Nascimento, Alice Portugal (PCdoB), Afonso Florence (PT) e o líder da bancada baiana na Câmara, Daniel Almeida (PCdoB).

O Diap apontou, ainda, as principais características de cada um dos cabeças na sua atuação no Congresso. Elmar e Daniel foram colocados como negociadores; Roma e Otto como formuladores; Florence e Alice como debatedores; e Wagner como articulador. 

O órgão elegeu também os cabeças em determinadas temáticas no Congresso. Neste quesito, Alice aparece como destaque na área de Educação; Roma em Tributos e Finanças; Daniel em Trabalho e Sindical; e Otto em Ciência, Tecnologia e Comunicação.

No primeiro mandato como senador, Wagner figurou no grupo dos parlamentares novatos que já ingressaram na lista dos cabeças.

Na definição do Diap, os cabeças são “aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades”. Para selecioná-los, o Departamento leva em conta critérios como ocupação de lideranças, poder de decisão, respeito entre os colegas e capacidade de influenciar o Parlamento. A listagem é produzida anualmente desde 1992.

“Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo¹, destacamos a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”, explica o órgão.  B NEWS

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%