17 de abril de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

NOTÍCIAS - 14/12/2023

Planejamento financeiro: Advogado dá dicas de como organizar as contas

Planejamento financeiro: Advogado dá dicas de como organizar as contas

Com o fim do ano se aproximando, surge um misto de sentimentos que acompanha os baianos e também os feirenses: a expectativa pelas festas e celebrações se mistura com a preocupação e a necessidade de se planejar financeiramente para o próximo ano. Nesse momento de reflexões e projeções, as questões financeiras ganham destaque, e principalmente levando em consideração dados relacionados ao aumento constante das dívidas. 

Em Feira de Santana, dados da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) mostram que aproximadamente 72 mil pessoas estão com algum tipo de inadimplência, indicando um aumento de 23,49% em relação a novembro de 2022. Considerando exclusivamente os débitos incluídos no mês de novembro deste ano (8.141) em comparação com novembro de 2022 (5.906), houve um acréscimo de 37,84%. Entretanto, apesar das inadimplências, a taxa de recuperação de janeiro a novembro está em 49,41%. Considerando apenas o mês de novembro, essa taxa sobe para 73,32%, indicando que, para cada 100 inclusões de inadimplência, há 73 baixas de débitos quitados.

Diante de toda essa complexidade financeira, uma coisa é extremamente necessária: estratégias e ações para enfrentar esse cenário desafiador e iniciar o próximo ano com perspectivas mais sólidas e equilibradas. É nesse contexto que o advogado Carlos Benjamim, especialista em Direito Bancário, enfatiza a importância de medidas assertivas para lidar com o endividamento e retomar o controle das finanças.

Análise detalhada das dívidas: identificar todas as dívidas pendentes, seus valores e taxas associadas é o primeiro passo para planejar a quitação.

Reestruturação financeira: priorizar o pagamento das dívidas com maiores taxas de juros, renegociar prazos e valores com credores podem aliviar o ônus financeiro.

Orçamento e controle de gastos: criar um orçamento detalhado, cortar gastos supérfluos e direcionar recursos para liquidar dívidas são medidas essenciais para reequilibrar as finanças.

Busca por auxílio profissional: consultar um especialista em finanças ou um advogado especializado pode oferecer orientações específicas e estratégias para superar o endividamento.

Se planejar e organizar as contas é um caminho para que os feirenses enfrentem a crise financeira. Através de alternativas viáveis para a gestão das dívidas é possível encontrar uma nova perspectiva financeira para 2024.

Por Karine Mascarenhas

Mais notícias