12 de agosto de 2022
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

NOTÍCIAS - 05/06/2022

FGTS pode ser usado para comprar ações da Eletrobras no Banco do Nordeste

Ouvir a matéria:
FGTS pode ser usado para comprar ações da Eletrobras no Banco do Nordeste

Investidores pessoas físicas poderão utilizar parte do saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para aquisição de ações da empresa Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobras) por meio do Fundo Mútuo de Privatização (FMP), gerido pelo Banco do Nordeste (BNB). A adesão pode ser feita entre esta sexta-feira, 3, e 12h do dia 8 de junho por meio do aplicativo FGTS.

O BNB Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Eletrobras pode ser acessado com aplicação mínima de R? 200. A taxa de administração é de 0,2% ao ano. Após a aplicação no Fundo Mútuo, o investidor terá direito ao retorno dos recursos para a conta vinculada do FGTS somente após 12 meses da integralização das cotas no FMP FGTS Eletrobras. É possível movimentar o montante investido a partir do dia 14 deste mês, nas hipóteses previstas na legislação do FGTS, como por exemplo aposentadoria, compra de casa própria e doenças graves.

Poderão efetuar a aplicação os trabalhadores residentes e com domicílio no Brasil, titulares de conta vinculada de FGTS com saldo disponível. É possível utilizar até 50% de saldo total existente, independentemente do número de contas no fundo.

Para adquirir ações da Eletrobras pelo BNB, o trabalhador deve acessar o aplicativo FGTS e indicar o Banco do Nordeste como administradora de Fundo Mútuo de Privatização escolhida. Outra opção é ou procurar uma agência da Caixa Econômica Federal e fazer a indicação. Depois, basta dirigir-se a à unidade de relacionamento do BNB para solicitar aplicação no BNB FMP FGTS Eletrobras, que será integralizada após a liquidação da oferta de ações, a ocorrer no dia 14 de junho.

O uso do FGTS na compra da Eletrobras é uma alternativa à remuneração da conta vinculada. Os recursos do FGTS são corrigidos monetariamente com base nos parâmetros fixados para atualização dos saldos dos depósitos de poupança e capitalização juros de 3% ao ano. Com o investimento no Fundo Mútuo de Privatização, é possível obter ganhos pela valorização da ação e pelo recebimento de dividendos, que são incorporados ao resultado do FMP.

Como toda aplicação em fundo de investimento, é importante que o trabalhador leia o regulamento do FMP e o termo de adesão antes de investir pois, trata-se de um investimento em renda variável que está sujeita às oscilações do mercado.

O Banco do Nordeste já realiza gestão de dois fundos mútuos de privatização com carteiras compostas de ações da Petrobras e da Vale, com aplicações integralizadas em 2000 e 2002, respectivamente.


 

IMPRENSA - Banco do Nordeste

Mais notícias