30 de junho de 2022
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

NOTÍCIAS - 21/05/2022

Professores aprovam paralisação e agenda de lutas para forçar o governo a retomar o diálogo

Ouvir a matéria:
Professores aprovam paralisação e agenda de lutas  para forçar o governo a retomar o diálogo

Em assembleia, os professores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) aprovaram a paralisação das atividades acadêmicas e outras mobilizações. A categoria acredita que a intensificação da luta pode forçar o governo estadual a mudar de postura e a estabelecer o diálogo, como revela a história do movimento docente. A categoria também irá suspender os trabalhos nas universidades estaduais de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e do Estado da Bahia (Uneb). Como o protesto será realizado de forma conjunta pelos educadores das quatro instituições, o Fórum das ADs, entidade que reúne as diretorias das quatro associações docentes, irá definir uma data entre 30 de maio e 3 de junho para a interrupção do serviço. Nesta data haverá um ato público em Salvador. O dia proposto pela assembleia da Uefs, realizada quinta-feira (19), é 31 deste mês.

Em conformidade com a proposta de intensificação da luta, a diretoria da Adufs encaminhou ao Fórum das ADs uma agenda de atividades, incluindo outras paralisações e até a previsão do indicativo de greve. Os docentes reivindicam a garantia dos direitos trabalhistas, constantemente retirados pelo governo estadual; ampliação do orçamento destinado às universidades estaduais baianas de 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI) para 7% da RLI; respeito à autonomia universitária e reajuste salarial.

Desde 2015, o governo Rui Costa não paga a reposição inflacionária aos servidores, impondo à categoria uma perda salarial de 47,1%. O cálculo considera o reajuste concedido pelo governo e a inflação acumulada entre janeiro de 2015 e maio deste ano, que soma 57,5%.

 

Semana de lutas


Além da agenda de atividades contra os ataques do governo Rui Costa, os professores da Uefs integrarão a Semana de Lutas do Setor das Instituições Estaduais e Municipais (Iees/Imes) do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). Na pauta, a defesa do orçamento público estatal, com autonomia de gestão financeira, política e pedagógica das universidades; carreiras, com concursos públicos, recomposições salariais; e melhores condições de trabalho, contra a política de congelamento de progressões, promoções e gratificações e das diferentes estratégias de privatização.

Em Feira de Santana, como parte das atividades da Semana de Lutas, a diretoria da Associação dos Docentes da Uefs (Adufs) está organizando um ato público para a próxima terça (24), às 7h30, no pórtico da Uefs, com café da manhã e panfletagem. Também haverá uma mesa sobre o tema: A autonomia e independência dos sindicatos frente à conjuntura das Eleições 2022, marcada para o dia 26 deste mês, às 16h30, no Anfiteatro do Módulo II. Os debatedores da mesa serão a ex-diretora da Adufs, Profa. Gracinete Bastos, e Prof. Milton Pinheiro, presidente em exercício do Andes-SN e durante algumas gestões diretor da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia.

 

Feira de Santana (Ba), 20 de maio de 2022

Assessoria de Comunicação

Mais notícias