23 de abril de 2019
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

MUNDO - 01/01/2019

Papa Francisco pede "olhar materno" no Ano Novo

Papa Francisco pede

O papa Francisco pediu nesta terça-feira (1) "um olhar materno" para enfrentar o futuro em um mundo "cada vez mais desunido" e com muita solidão, durante a homilia na missa pelo Ano Novo, na basílica de São Pedro.

Na cerimônia, que coincide com a Jornada Mundial da Paz, é celebrada a Solenidade de Maria Santíssima, Mãe de Deus, e por essa razão o pontífice refletiu sobre o papel da Virgem Maria e das mães em geral.

"Precisamos aprender das mães que o heroísmo está em se doar, a força em ser misericordioso e a sabedoria na mansidão", explicou.

Francisco afirmou que "as mães pegam pelas mãos os filhos e os introduzem na vida com amor", mas alertou para os filhos "que hoje vão por conta própria, perdem o rumo, se acham fortes e se perdem; se acham livres e se tornam escravos".

"Quantos, esquecendo o afeto materno, vivem zangados e indiferentes a tudo? Quantos, infelizmente, reagem a tudo e a todos com veneno e maldade? Em algumas ocasiões, mostrar-se mau parece inclusive sinal de força. Mas é só fraqueza", questionou o papa.

Por isso, reivindicou um "olhar materno" em um mundo no qual "há muita dispersão e solidão ao nosso redor".

"O mundo está totalmente conectado, mas parece cada vez mais desunido. Precisamos confiar na Mãe", disse Francisco, que acrescentou que "um mundo que olha para o futuro sem olhar materno é míope".

"Pode aumentar os benefícios, mas já não saberá ver os homens como filhos. Terá lucro, mas não será para todos. Viveremos na mesma casa, mas não como irmãos. A família humana se fundamenta nas mães", afirmou.

E continuou: "Um mundo no qual a ternura materna foi relegada a um mero sentimento poderá ser rico de coisas, mas não de futuro".

Esta visão materna à qual se referiu o pontífice também deve ser aplicada na Igreja Católica, pois caso contrário "corre-se o risco de parecer um formoso museu do passado". Além disso, o papa defendeu que "a unidade conta mais que a diversidade".G1

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%