21 de abril de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

MICARETA - 20/04/2023

Micareta: governador participa de saída de bloco de jornalistas

Micareta: governador participa de saída de bloco de jornalistas

O governador Jerônimo Rodrigues acompanhou, na noite desta quarta-feira (19), a saída do tradicional bloco Zero Hora, organizado pelos jornalistas de Feira de Santana como prévia da micareta da cidade que acontece entre os dias 20 e 23 de abril. Acompanhado do vice-governador, Geraldo Júnior, e de secretários, Jerônimo seguiu a agremiação e prestigiou a festa que reforça a economia local e conta com ações do Governo do Estado.

“Tenho certeza que tanto a cultura quanto a economia de Feira de Santana vão ter um grande impulso com essa festa. Estou aqui, vou participar, e vou continuar trabalhando para que tudo ocorra sem intercorrências”. Ele afirmou ainda que a agenda de trabalho do governo segue intensa durante o feriado e fim de semana.

O radialista Framário Mendes é um dos coordenadores do Bloco Zero hora e fala da história da organização. “O bloco foi fundado em 1976, e começou a reunir a imprensa de Feira de Santana, com uma bandinha e carroças, sempre à meia-noite. Foi assim que surgiu o Zero Hora. Essa é a primeira vez que um governador participa da saída do bloco. Jerônimo, quando era secretário, foi um dos incentivadores, e trabalhou pela volta do bloco ao circuito”, destacou.

Economia e turismo

O Secretário da Cultura, Bruno Monteiro, avalia que a micareta deste ano representa o reencontro da população feirense com a cultura depois de três anos de pausa da festa por causa da pandemia de Covid-2019. “E não podia ser melhor. Nós estamos aqui para apoiar essa cultura. O turismo se dá pela valorização da identidade cultural. Mas aqui também tem a movimentação da economia da cultura, que gera uma parcela importante de recursos”, afirmou.

Para o vendedor ambulante Gildo Santana, a Micareta de Feira é uma oportunidade de melhorar a renda dos comerciantes locais. “Dá para gente levantar um extra de R$ 200 a R$ 300 por dia. Então, dá para tirar um dinheirinho”, contou.

Por Bahia.ba

Mais notícias