27 de junho de 2022
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

GERAL - 06/08/2021

Mudança de hábito, dedicação e disciplina: atitudes que transformam vidas

Ouvir a matéria:
Mudança de hábito, dedicação e disciplina: atitudes que transformam vidas

Muitos querem emagrecer, parecer mais jovem e não apresentar sinais de envelhecimento, ter um corpo definido e promover hipertrofia muscular. Buscando alcançar tais objetivos a qualquer custo, muitos acabam se submetendo a tratamentos duvidosos ou compram produtos de origem duvidosa que prometem resultados rápidos com o mínimo esforço. São cardápios e dietas mágicas, treinos milagrosos vendidos on line, produtos ditos "naturais" sem nenhuma regulamentação, drogas injetáveis para emagrecer compradas sem receita médica, etc.

 
E, neste momento em que a atenção está voltada para os jogos olímpicos, a busca pelo corpo "sarado" e pela qualidade de vida ganha ainda mais destaque. Além da atividade física, a ingestão de alimentos em quantidade e qualidade saudáveis pode melhorar o bem-estar mental e físico, segundo afirma a nutricionista da Oliverde Leidi Oliveira.
 

"Para diminuir a ansiedade é preciso ingerir alimentos mais ricos em magnésio, zinco, selênio e vitamina D. Sobre essa última, muita gente não está tomando sol, por estar em casa devido a pandemia. Então para diminuir essa ansiedade e depressão, alimentos ricos nesses minerais e vitaminas de complexo B, como as carnes. Mas sabemos que nesse período de pandemia aumentou bastante o preço. Em vez da carne vermelha, pode ser o frango. O ovo, na gema, tem a vitamina (biotina), além de vegetais verdes escuros", complementa.

 
Os especialistas alertam ainda que a mudança de hábito, a dedicação e disciplina são atitudes simples que transformam vidas. De acordo com a nutricionista, o primeiro passo para emagrecer com qualidade de vida independente da ideia de ser atleta ou não, é o reconhecimento de que é necessário mudar os hábitos alimentares. "Dietas que prometem perder peso com restrições calóricas e dietas rotuladas podem até fazer com que haja uma queda na balança, mas não necessariamente haverá emagrecimento. Após fazer esses tipos de dieta e voltar normalmente à rotina antiga, sem mudar os hábitos, provavelmente o peso também voltará e ficará um ciclo", afirmou Leidi.
 

Um exemplo de que a mudança de hábito, a dedicação e a disciplina podem transformar vidas que pode ser citado, é a história do publicitário baiano Fabiano Lacerda. Com 193 quilos, Fabiano foi desafiado em uma aposta a perder 60 quilos e, em um ano conseguiu eliminar 103 quilos sem intervenção cirúrgica. O resultado veio após a mudança de hábitos, reeducação alimentar e muita disciplina do publicitário.

"O que talvez você não saiba é o quanto precisei mudar meus hábitos diários. Não foram apenas os exercícios físicos e a reeducação alimentar. De nada adianta emagrecer se a sua cabeça continuar de gordo. Quando pergunto se eu emagreci por conta de cirurgia, respondo que sim, mas não do estômago e sim da mente. Com a ajuda de profissionais, como um preparador físico, uma nutricionista e um fisioterapeuta, consegui aos poucos recuperar os valores que havia deixado de lado me atirando em doces, frituras e sedentarismo ao longo dos anos, que resultaram na obesidade. Precisei ter muita disciplina, perguntar para mim mesmo se aquilo valia mesmo a pena, cumprir a dieta do jeito que ela havia sido prescrita, e, o principal, seguir religiosamente a minha série de exercícios. Isso tudo não foi fácil, mas também não é o fim do mundo", declara o publicitário.
 
Além de uma nova rotina de práticas regulares de exercício físico e gerenciamento da saúde mental, comer alimentos saudáveis também requer constância, conforme acrescenta a nutricionista. "O cérebro gosta de rotina. E para mudar a rotina drasticamente não funciona muito bem. Tem que ser aos poucos, todos os dias", conclui Leidi Oliveira.

  

Oliveira Comunicação
Assessoria de Comunicação

Mais notícias