13 de junho de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 10/05/2024

Em seis anos, maternidade do HEC já realizou mais de 13,7 mil partos

Em seis anos, maternidade do HEC já realizou mais de 13,7 mil partos
Foi através de uma consulta preparatória para uma cirurgia renal que veio a surpresa: Natália estava grávida do terceiro filho. A apreensão pela gravidez de alto risco, devido a patologias da mãe, se transformou em esperança, quando a gestante foi encaminhada para o Hospital Estadual da Criança. “Outros médicos que procurei fora daqui diziam que a qualquer momento eu iria perder o meu filho. Mas aqui fui acolhida desde o primeiro dia e meu filho virou a minha esperança.”, revela. 

Natália é uma das mais de 13,7 mil mães que pariram na maternidade do HEC, em funcionamento desde 2017. O espaço é um marco crucial na saúde materna e neonatal na Bahia. 

A partir do pré-natal, foram mais de seis meses de idas e vindas ao hospital, internações e uma gestação delicada, com vigilância contínua da equipe. Gael veio ao mundo prematuro, pesando 1,8 kg. Após o parto, Natália teve que ser internada na UTI, mas logo foi para o quarto e pôde encontrar o seu pequeno, que segue sendo acompanhado até ter idade gestacional e peso adequados para alta hospitalar. “Quando ele crescer, quero que meu filho conheça a história dele e de como ele é cuidado e amado aqui no HEC. Gael é a minha raspa de tacho e o meu presente do Dia das Mães”.

Com uma UTI neonatal de ponta, a unidade conquista desfechos positivos de sobrevivência para recém-nascidos muito prematuros. Destaque também para a taxa de 100% de aleitamento materno na primeira hora de vida. 

“Garantimos um cuidado seguro para mães e bebês da região, sobretudo às gestantes de alto risco, desempenhando um papel importante na redução da mortalidade materna e alcançando uma redução de 88% em 2023”, afirma a coordenadora de Obstetrícia da unidade, enfermeira Larissa Paiva. “São diversos depoimentos que ouvimos das mulheres que na nossa maternidade foram acolhidas, atendidas e tiveram desfechos positivos com seus bebês e suas famílias. Isso nos dá sempre motivação”, completa.

Diretora operacional do hospital, Lívia Leite diz que o número expressivo de partos é resultado da grande demanda e do comprometimento da equipe. A unidade é referência para 71 municípios na região centro-leste e atende aos 417 municípios baianos.

“A maternidade do HEC tem uma abrangência muito grande dentro do estado, sendo referência em parto de alto risco para a macrorregião. Hoje, as gestantes de alto risco têm um local adequado para ter seu parto com segurança e humanização, com equipe adequada e um ambiente exclusivo”, pontua.

Serviços

Desde janeiro, o hospital conta também com a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, que dá suporte à maternidade de alto risco, apoiando as gestantes e mães a enfrentarem de forma mais leve e segura os desafios da gestação e da maternação de bebês prematuros na UTI, além de contribuir para liberação de leitos hospitalares.

Voltado para o atendimento de média e alta complexidade, o Hospital Estadual possui 260 leitos e conta com serviços de diagnose e terapia, internação, atividades de ensino e pesquisa e ambulatório de especialidades médicas pediátricas, dentre elas: Urologia, Pneumologia, Cardiologia, Ortopediatria e Traumatologia, Neurologia, Nefrologia, Infectologia, Cirurgia Pediátrica e Oncologia. A unidade também conta com fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Crédito da imagem: ASCOM/HEC

Mais notícias