13 de junho de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 13/03/2024

357 pessoas foram vacinadas no primeiro dia da campanha contra a gripe

357 pessoas foram vacinadas no primeiro dia da campanha contra a gripe

No primeiro dia da campanha de vacinação contra a gripe influenza, que foi iniciada nessa segunda-feira (11), 357 feirenses compareceram às unidades de saúde para garantir a proteção contra o vírus. No momento, o imunizante está disponível apenas para grupos prioritários.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Carlita Correia, Feira de Santana recebeu pouco mais de 78 mil doses para começar as aplicações.

“Nesta fase inicial, os grupos prioritários devem procurar logo as unidades para ser imunizado. As pessoas mais vulneráveis, como crianças de seis meses a menores de seis anos, ou que podem estar mais expostas ao vírus por conta da rotina, como trabalhadores da saúde, professores e caminhoneiros não devem deixar o reforço para depois”, ressaltou.

A vacina é aplicada de segunda a sexta-feira, nas 104 salas de vacina localizadas entre a sede e a zona rural. Para receber a dose, o interessado deve apresentar documento de identidade, cartão SUS e caderneta de vacinação. É importante destacar que as crianças e os adolescentes serão atendidos somente na presença dos pais ou responsável.

Quem pode tomar a vacina?

São considerados grupos prioritários as crianças de seis meses a menores de seis anos, crianças indígenas de seis meses a menores de nove anos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, professores dos ensinos básico e superior, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais e pessoas com deficiência permanente.

Além disso, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais de qualquer idade, caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso), pessoas em situação de rua, profissionais das forças armadas e das forças de segurança e de salvamento, trabalhadores portuários, funcionários do sistema de privação de liberdade e a população privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas entre 12 e 21 anos também devem ser imunizados contra a doença.



Mais notícias