25 de setembro de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 17/06/2021

Concurso Miss Afro foi realizado com sucesso

Ouvir a matéria:
Concurso Miss Afro foi realizado com sucesso

A licenciada em letras vernáculas e estudante de biblioteconomia Jora Verbena Fernandes de Souza, 30 anos, moradora do bairro Feira VI, foi eleita na noite do ultimo domingo (13), a Miss Afro Feira de Santana edição 2020/2021. Após cinco meses de atividades formativas e ter passado por mais de 10 avaliações, Jora conseguiu superar 212 inscritas e numa disputa do bem, como é dito no concurso, ela recebeu das mãos de Rosa Araujo Miss Afro 2019 a coroa e o manto para representar o Movimento Negro Feirense e ser um exemplo para outras mulheres negras, não só na desconstrução dos padrões eurocêntricos de beleza, mas de empoderá-las para seguir seus objetivos. Ela deverá apoiar e incentivar causas sociais e evidenciar a cultura de matriz africana do  município.

           

A final que aconteceu em uma transmissão ao vivo pelo canal da Moviafro no Youtube, contou com a participação de 15 meninas e mulheres negras que se credenciaram após passarem por rodas de conversas, oficinas de formação, 3 minicursos e 12 avaliações onde foram melhores pontuadas. O Concurso Miss Afro se consolida como o principal evento de empoderamento, conscientização e exaltação a beleza da mulher negra de Feira de Santana e região e vem se destacando como um espaço de educação não formal, já que oferece as participantes aulas sobre a verdadeira historia do povo negro, cultura, saúde, educação, segurança, direitos e ancestralidade trazendo a tona inúmeras referencias negras que fizeram e fazem parte da luta por igualdade, liberdade e inclusão da mulher negra.

Para Val Conceição, idealizador e coordenador geral do concurso, o Miss Afro Feira de Santana é um divisor de aguas para essas meninas, pois existem dois momentos na vida delas, um antes e um depois do miss. Muitas delas melhoram a sua autoestima, a sua auto aceitação, passam a se enxergar como mulheres fortes e buscam assumir o seu verdadeiro lugar numa sociedade excludente, racista e machista, ele ainda diz que durante e após o concurso as participantes tem acompanhamento com psicóloga, fonoaudióloga, advogada, assistente social e incentivadora de carreiras tudo isso com o objetivo de fomentar o desenvolvimento dessas meninas nas áreas pessoal e profissional.

Desde a sua primeira edição em 2017, o Concurso Miss Afro já inscreveu 660 meninas e mulheres negras de Feira de Santana e dos municípios da região metropolitana a exemplo de São Gonçalo dos Campos, Cruz das Almas, Alagoinhas, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Amélia Rodrigues, Conceição da Feira e Tanquinho o que nos dá a certeza de que estamos trilhando um caminho certo e a responsabilidade de que ainda há muito a se fazer. Finaliza! 

Assessoria do Concurso


Mais notícias