06 de junho de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 07/03/2020

Prefeitura de Feira cria Comitê Gestor Municipal de Controle ao Coronavírus

Prefeitura de Feira cria Comitê Gestor Municipal de Controle ao Coronavírus

A médica infectologista Melissa Falcão, dos quadros da Secretaria de Saúde, foi designada pelo prefeito Colbert Martins Filho coordenadora do Comitê Gestor Municipal de Controle ao Coronavírus, em Feira de Santana. O grupo de trabalho, instalado no fim de tarde desta sexta-feira, 6, já entrou em ação para acompanhar uma mulher que reside em Feira de Santana e contraiu o coronavírus na Itália, único caso no estado da Bahia, até o momento.

Além da especialista em infectologia, fazem parte do Comitê a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do órgão, Francisca Lúcia Oliveira, a enfermeira sanitarista Maricélia Maia, referência no município em arboviroses, e a também enfermeira Lanna Portugal, referência técnica em Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

“Estamos adotando medidas preventivas desde que surgiram os primeiros casos na China. Agora, com o registro do coronavírus em  uma mulher que reside em Feira, criamos este grupo especializado para intensificar os cuidados, preparando a cidade para um ciclo de transmissão que esperamos jamais atingir”, afirmou o prefeito.

O Município apenas foi informado deste caso nesta sexta-feira por volta das 10h, pela Secretaria Estadual de Saúde, que notificou a suspeita e acompanhou a paciente desde que ela passou por uma clínica de Salvador, em seu retorno da Itália. Segundo o prefeito, a partir deste momento, em que oficialmente a Secretaria Municipal de Saúde foi comunicada, “iniciamos a adoção das providências”.

O prefeito Colbert Filho informa que o hospital de referência na Bahia para a necessidade de internamento de pessoas que venham a enfrentar o coronavírus é o Couto Maia, da capital. Observa que, no Brasil, o preconizado pelo Ministério da Saúde é o isolamento do paciente em seu próprio domicílio, em casos que não apresentem risco de morte.

Feira não faz parte do grupo ativo de transmissão, tranquiliza médica

Logo após uma reunião com Colbert, em que foram designadas para formar o Comitê, as profissionais e ele próprio atenderam a imprensa, para falar sobre o trabalho que vai ser realizado e também do caso da mulher que contraiu o vírus em viagem à Itália.

Melissa Falcão (foto) diz que não há motivo para “maiores preocupações”, em razão da existência desta primeira paciente na Bahia. Feira de Santana e o Estado não fazem parte de grupo ativo do coronavírus, informa. “Este caso é isolado e importado. No Brasil, não há transmissão entre pessoas residentes no país”. Todas adquiriram o problema em viagem a Itália.

A mulher que mora em Feira de Santana e pegou o coronavírus na Europa está assintomática – ou seja, não apresenta os sintomas clássicos, o que reduz significativamente a possibilidade de transmissão. Encontra-se em casa, em situação de isolamento dos familiares e sob monitoramento da Vigilância Epidemiológica Municipal. Na próxima segunda-feira, 9, se encerra o tempo de contágio e ela poderá retornar normalmente as suas atividades.

A paciente, visitada por uma equipe da Secretaria de Saúde, informa que adotou cuidados, a exemplo do isolamento e do uso de máscara, tão logo percebeu sintomas de gripe ao chegar da Itália. Mesmo assim, pessoas com as quais ela tenha mantido contato, principalmente no período anterior ao resultado positivo do exame, também estão sendo monitoradas pela Vigilância Epidemiológica.

A coordenadora do Comitê Gestor Municipal de Controle ao Coronavírus adverte as pessoas que estejam em viagem ao exterior, especialmente aos países que fazem parte do grupo ativo de transmissão que se cerquem dos devidos cuidados. E, ao retornar, busquem o atendimento médico ao notar qualquer sintoma de gripe ou resfriado.

A médica e suas colegas de equipe vão manter contato com hospitais da rede privada em Feira de Santana para que não deixem de notificar a Secretaria Municipal de Saúde qualquer paciente que seja atendido e se enquadre no perfil de suspeita do coronavírus.

SECPM

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?