19 de janeiro de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 09/12/2019

Embasa reforça combate a ligações clandestinas em Feira de Santana e vários municípios da região

Embasa reforça combate a ligações clandestinas em Feira de Santana e vários municípios da região

A Embasa está intensificando as ações de combate às perdas de água nos municípios de Feira de Santana,Conceição do Coité, Serrinha, Riachão do Jacuípe, Amélia Rodrigues, Santo Estevão, Coração de Maria, Conceição do Jacuípe, Conceição da Feira e São Gonçalo dos Campos. Através do programa De Olho na Perda, a companhia de saneamento pretende reduzir o volume de água que é consumido de maneira irregular, direcionando a água desviada para reforçar o abastecimento nestas cidades. “Existem dois tipos de perdas de água em um sistema de abastecimento: as perdas operacionais, que ocorrem quando há vazamentos na rede de distribuição, e as perdas comerciais, que se referem ao consumo irregular de água através de ligações clandestinas, mais conhecidas como ‘gatos’”, explica a gerente do escritório local da Embasa em Feira de Santana, Thais Dias.


Para combater as fraudes e irregularidades no consumo, a Embasa está ampliando o número de equipes em campo. “A água que se perde com os ‘gatos’ vai nos ajudar a reforçar o abastecimento na cidade, principalmente agora, com a proximidade do verão e o aumento das temperaturas”, argumenta a gerente. “Com o De Olho na Perda, pretendemos reforçar o abastecimento de quem paga suas contas em dia”, informa.


Em uma das primeiras ações de combate a irregularidades no consumo de água, a Embasa localizou um haras no bairro Asa Branca, que vinha há anos consumindo água clandestinamente para alimentar as baias de criação de cavalos. Estima-se que mais de 10 mil m³ de água tenham sido consumidos através de “gatos” na rede de abastecimento. O prejuízo financeiro ultrapassa o valor de R$ 210 mil. “Sem falar no prejuízo para o abastecimento dos vizinhos, que provavelmente tiveram redução no volume recebido em suas casas”, explica a gerente Thais Dias. As ligações clandestinas que abasteciam o haras foram suprimidas e o proprietário foi multado.


Em uma ação realizada hoje, dia 9, na Queimadinha, foram localizadas 40 ligações clandestinas somente em uma das ruas do bairro. A equipe da Embasa retirou as fraudes e no mesmo momento já iniciou o cadastro dos moradores que manifestaram interesse em regularizar a situação. “As pessoas que consomem água de maneira clandestina prejudicam o abastecimento porque, além de gastar demais, sem se preocupar se vai faltar água para os vizinhos, eles furam indevidamente a rede da Embasa para fazer a ligação clandestina, deixam vazando e podem até contaminar a água distribuída”, alerta a gerente comercial da Unidade Regional da Embasa em Feira de Santana, Salen Benigno. Ela relembra ainda que, como previsto no Código Penal, furto de água é crime e o morador que for flagrado cometendo esse tipo de infração, além de ser multado, pode responder a processo com pena prevista de 1 a 3 anos de reclusão.


População engajada – E a população também pode apoiar o combate ao furto de água. Sempre que suspeitar de ligação clandestina, a pessoa pode ligar gratuitamente para o 0800 0555 195 ou enviar uma mensagem através do whastapp da Embasa, no número (75) 99978-2302, informando o local da ocorrência.


Um aspecto importante: as denúncias sobre “gatos” podem ser anônimas, ou seja, não é preciso se identificar. “A equipe de fiscalização vai até o imóvel e, se constatar o consumo irregular, retira a ligação clandestina ou a fraude de imediato. O morador é multado e recebe uma notificação para que regularize a situação e possa voltar a receber água tratada”, explica a gerente Salen Benigno.





Assessoria de Comunicação da Embasa

Feira de Santana: (75) 3602-3799

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%