17 de janeiro de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 13/11/2019

"Pinto vem aí!", documentário de Olney São Paulo, pode ser visto no Portal Memorial da Feira

“Pinto vem aí!” Na década de 1970, em Feira de Santana, essa expressão era quase um grito de guerra dos opositores do regime militar, para anunciar a possibilidade de Francisco Pinto, prefeito cassado e preso pelo Golpe Militar de 1964, retornar à cidade para liderar a oposição e, quem sabe, voltar a governar o município. E Pinto retornou mesmo a Feira, em 1976, depois de passar dois anos em Brasília respondendo a um processo com base na Lei de Segurança Nacional. Motivo: um discurso que fez, na Câmara dos Deputados, contra Augusto Pinochet, ditador do Chile, que na ocasião visitava o Brasil para assistir à posse do presidente Ernesto Geisel. Julgado pelo Supremo Tribunal Federal, Pinto perdeu o mandato de deputado federal e ficou preso por seis meses.

O retorno de Pinto a Feira de Santana é tema do documentário que leva justamente o emblemático título de Pinto Vem Aí, do cineasta feirense Olney São Paulo, e que está sendo exibido no portal Memorial da Feira, mantido na internet pela prefeitura, através da Secretaria de Comunicação Social. (Assista neste link: http://www.memorialdafeira.ba.gov.br/conteudo.asp?catvid=3#tag )

Pinto retornou a Feira para apoiar a candidatura vitoriosa a prefeito de Colbert Martins da Silva, pelo MDB. O documentário de Olney São Paulo mostra os preparativos dos eleitores para receber o ex-prefeito, a sua chegada no aeroporto de Feira de Santana, a recepção dos correligionários, o seu discurso num comício ao lado de Colbert Martins, e uma longa entrevista em que ele fala sobre sua luta contra a ditadura militar. Há também cenas do comício do adversário de Colbert Martins, Ângelo Mário de Carvalho, candidato a prefeito pela Arena, em que aparece João Durval Carneiro, também ex-prefeito, discursando e chamando Pinto de “demagogo barbudo”. 

Com 24 minutos de duração, o documentário de Olney São Paulo traz o título e a ficha técnica apresentados como pichações em muros da cidade, na época um ato considerado subversivo pelos militares, o que mostra o engajamento político do cineasta e a afinidade dele com Chico Pinto. O filme foi premiado no V Festival Brasileiro de Curta Metragem do Jornal do Brasil, em 1976. Ele pode ser visto na seção Relíquias da Feira, do portal Memorial da Feira. O portal pode ser acessado pela internet, no endereço www.memorialdafeira.ba.gov.br. SECOMM FSA


Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%