26 de maio de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

ECONOMIA - 29/06/2023

Banco do Nordeste irá aplicar R? 20 bilhões no Plano Safra 2023/2024

Banco do Nordeste irá aplicar R? 20 bilhões no Plano Safra 2023/2024

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou, nesta quarta-feira, 28, em Brasília, o Plano Safra 2023/2024, voltado à agricultura familiar, com a destinação de R? 8,5 bilhões para as operações do Banco do Nordeste (BNB). Além desses recursos, outros R? 11,5 bilhões foram anunciados na terça-feira, 27, para agricultura empresarial atendida pelo Banco. Juntos, os recursos da ordem de R? 20 bilhões representam aumento de 33% sobre os valores disponibilizados pelo Plano Safra 2022/2023 para o BNB.

Durante o evento, o presidente Lula reforçou a necessidade de atender produtores de todas as regiões. “Esse Plano Safra aqui, nós queremos que ele se espalhe e que seja buscado em todos os estados para que não haja diferença”, afirmou.

O presidente do BNB, Paulo Câmara, que participou do lançamento do programa, considera que o Banco é uma das principais ferramentas para levar recursos aos produtores rurais e, assim, reduzir as desigualdades entre os estados. “O BNB contribui com o Governo Federal de uma forma muito ativa no desenvolvimento do agronegócio no Brasil. Mostra disso é que, mesmo com apenas 9% da rede bancária instalada na nossa área, nós respondemos por quase metade do crédito rural. Quando se trata de agricultura familiar, nós respondemos por 94% das operações”, afirma. O BNB atende produtores rurais de todos os portes que atuam na região Nordeste e norte dos estados de Espírito Santo e de Minas Gerais.

As aplicações do BNB no Plano Safra vêm aumentando de forma constante nos últimos exercícios. Foram aplicados, até maio, cerca de R? 13,7 bilhões no Plano Safra 2022-2023, representando um crescimento de 20,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. O programa prevê estimular a geração de renda e melhorar a produtividade dos estabelecimentos rurais, promover a produção de alimentos saudáveis, aumentar a renda dos produtores rurais e reduzir a pobreza e o êxodo rural.

Produtora recebe cartão BNB Pronaf
Para facilitar o acesso ao financiamento para aquisição de minitratores, máquinas, equipamentos e implementos, o Banco do Nordeste disponibilizou para o público da agricultura familiar o cartão BNB Pronaf, com limite rotativo válido por até oito anos. O produto facilita a compra de insumos e equipamentos de forma prática e sem burocracia.
 

Durante o evento de lançamento do Plano Safra, nesta quarta-feira, 28, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente do BNB, Paulo Câmara, entregaram, de forma simbólica, um cartão BNB Pronaf à produtora familiar Rejane de Jesus Matos, de Jeremoabo (BA). A atividade de bovinocultura de leite que ela desenvolve sustenta dez membros de sua família.

“O BNB faz parte da minha vida. Desde que comecei, eu venho recebendo apoio financeiro e vi o desenvolvimento do meu negócio com apoio do Banco”, conta Rejane, que é cliente do Programa de Microfinança Rural (Agroamigo) desde 2010. Segundo ela, as primeiras operações eram de R? 1 mil. Com o cartão BNB Pronaf, Rejane terá limite de R? 200 mil, que pretende usar para comprar uma caminhonete para ampliar o transporte de seus produtos.

Crédito para agricultura familiar cresce 70%
Os R? 8,5 bilhões anunciados no Plano Safra 2023/2024 para agricultura familiar representam um aumento de 70% sobre o total disponibilizado pelo programa no exercício anterior, no Banco do Nordeste. O presidente Paulo Câmara ressalta a importância dessa produção para o abastecimento do mercado interno. “Além de serem quem mais leva comida para a mesa do brasileiro, essas famílias geram oportunidades de ocupação e renda no campo e realizam as suas atividades com preservação dos recursos ambientais, pois valorizam a terra que lhes dá o sustento”, afirma.
 

BNB no agronegócio
Na agricultura empresarial, os R? 11,5 bilhões também superam os valores do Plano Safra 2022/2023. O aumento é de 15%. O Banco atua no apoio ao desenvolvimento do Semiárido e Cerrado nordestinos, com destaque para as regiões do Matopiba, Sealba e Vale do São Francisco. Ao considerar a posição de maio de 2023, o Banco do Nordeste mantém um ativo líquido de R? 38,8 bilhões na produção rural, fortalecendo as atividades relacionadas a agricultura, pecuária e agroindústria.

Além de aplicar recursos, o Banco investe na pesquisa, difusão e utilização de tecnologias no campo, inclusive a conectividade, para aumentar produtividade e eficiência e incentivar a utilização de tecnologia de convivência com a seca e combate à desertificação. Outro ponto de atenção para o BNB é a ampliação das áreas irrigadas, com racionalização do uso dos recursos hídricos.
 

Reflexo na economia
As aplicações do Banco do Nordeste no Plano Safra se refletem em geração de emprego, renda e arrecadação tributária para o Brasil. Conforme estudo do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), os valores investidos no último Plano Safra se refletiram em geração ou manutenção de 989 mil empregos, aumento de R? 4,2 bilhões na massa salarial, incremento de R? 1,8 bilhão na arrecadação tributária, de R? 26,7 bilhões no valor bruto da produção e de R? 15,7 bilhões no valor adicionado à economia.

Por Assessoria

Mais notícias