10 de maio de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

COVID-19 - 19/03/2021

Covid-19: Aumento de casos volta chamar atenção para a sanitização de ambientes

Covid-19: Aumento de casos volta chamar atenção para a sanitização de ambientes

O aumento do número de casos da Covid-19 no Brasil nos últimos dias tem provocado novas medidas de restrições, como decretos que estabelecem o fechamento do comércio e toque de recolher. A Bahia também segue a tendência de alta nas últimas semanas, registrando mais de 100 óbitos por coronavírus por dia. A situação alertou a população para a continuidade das ações de limpeza e higienização. Um desses procedimentos essenciais e estratégicos no combate ao novo coronavírus é a sanitização de ambientes, que elimina e impede a proliferação de vírus e bactérias, além de fungos e germes.

A bióloga Natalie Amorim ressalta que o procedimento pode eliminar a Covid-19. Por isso, a periodicidade da sanitização deve aumentar neste momento de aumento de casos da doença: “O ideal é que as pessoas aumentem a frequência da sanitização, seja em casa ou em ambiente corporativo. A depender do local, o controle pode ser feito diariamente, semanalmente ou quinzenalmente. Está comprovado que a sanitização elimina o vírus e a realização do serviço contribui para este momento, onde estamos com hospitais lotados”.

O controle microbiológico é fundamental neste período para espaços públicos e particulares. Durante a pandemia, a LarClean, empresa especializada em saúde ambiental, teve um aumento de 90% na busca pela sanitização de ambientes no início da pandemia, mas registrou uma queda ao decorrer do ano de 2020. “A sanitização tem se mostrado um serviço essencial no combate à Covid-19, por atuar com princípios ativos que desestabilizam a molécula do coronavírus, além de eliminar fungos e bactérias. Não é o momento de relaxar em relação à covid-19”, alerta a bióloga. 

O Ministério da Saúde recomenda  o uso do quaternário de amônia para desinfecção de superfícies que possam ter sido contaminadas pelo vírus da Covid-19. De acordo com a bióloga, a sanitização juntamente com as medidas estipuladas pelas organizações mundiais de saúde, é a solução, pois consiste na aplicação da composição para garantir a inativação da partícula viral, desde que seja feita manutenção em locais com grande fluxo de pessoas. “A sanitização ainda é uma das melhores opções para a descontaminação do ambiente e proteção contra a proliferação de microrganismos”, explica Natalie, que completa: “o procedimento não substitui as formas de prevenção e higienização individual”.

A sanitização de ambientes se baseia na aplicação do produto através de nebulização em superfícies ou objetos que tenham contato com vírus envelopados e não envelopados. O procedimento não é prejudicial a humanos, animais ou meio ambiente, além de não deixar manchas ou odores. 

PL 4763/2019 - A importância dessa higienização em ambientes coletivos já havia sido identificada pelo poder público, tanto que, desde 2019, tramita na Câmara de Deputados o Projeto de Lei no 4.763, de 2019 determinando a obrigatoriedade da limpeza e sanitização de ambientes fechados com acesso coletivo, públicos ou privados para evitar a transmissão de doenças infectocontagiosas.

Kirk Moreno

Assessor de imprensa

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias