25 de junho de 2022
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

COMUNICAÇÃO - 26/01/2021

Programa de Olho na Cidade discute mudanças provocadas pela pandemia nas empresas

Programa de Olho na Cidade discute mudanças provocadas pela pandemia nas empresas
A edição de 2020 da pesquisa sobre transformação digital traz um retrato de como a pandemia impactou as estratégias e os investimentos das organizações voltados à transformação digital.
 
O estudo, patrocinado pela Dell Technologies em parceria com a Intel, mostra que a pandemia antecipou mudanças: 87,5% das empresas no Brasil realizaram alguma iniciativa voltada à transformação digital neste ano. 
 
Esse número está acima da média mundial, que é de 80%. A mudança no mercado brasileiro foi um problema generalizado durante a pandemia. O Programa De Olho na Cidade (Sociedade News FM) -102,1- promoveu um debate nesta segunda-feira (25). 
 
O economista Amarildo Gomes disse que este ano o cenário ainda será de enfretamento para crise econômica no país, principalmente pelo fim do auxilio emergencial que deverá escancarar ainda mais dificuldades dos setores produtores do Brasil. 
 
“Vimos o governo federal usar um recurso de reservas que era necessário para um socorro e movimentação para pessoas que necessitavam muito, contudo agora após o final dessa medida será claro entender como aquele autônomo que consegue uma renda mensal de R$ 1.200,00 não terá grande chance de manter o mesmo rendimento e além disso existe o risco de ser contaminado”, diz.  
 
Executiva da Associação de Lojistas do Boulevard Shopping, Leidiane Queiroz, citou que a economia não pode ficar estagnada.  “O varejo não vende, as pessoas começam a comprar o básico, e a economia gira em volume bem menor, mas não para totalmente. 
 
Leidiane vê uma grande proporção de segmentos que alteraram sua forma de fazer negócios que não devem voltar ao que foi ou era antes da pandemia. Isso devido uma adpatação já realizada que possibilitou uma continuidade do serviço prestado pelo home office e/ou vendas online. "O online se reforçou e acelerou em poucos meses o que havia previsão para cinco", diz.
 
Já Kátia Passos, psicóloga do trabalho, considerou que ninguém nunca nem imaginou passar por uma etapa tão dura como pandemia e que isso gera inúmeras emoções. Desde o medo de perder o emprego até da morte e diante disso são variáveis de como o ser humano responde. 
 
Ela diz ainda que, apesar das dificuldades na adaptação, essa nova rotina pode possibilitar um momento de autoconhecimento. “Uma oportunidade de olhar para as dúvidas recorrentes sobre como devemos aproveitar mais nossa força de trabalho e uso múltiplos de nossas qualidades enquanto profissional”. 
 
 
Kátia especulou que existe uma propabilidade de nunca voltarmos ao modelo de negócios e de vida do que existia antes da pandemia do novo coronavirus, isso porque uma série de tranformações realizadas como a expansão do comércio eletrônico, por exemplo. Uma nova forma de vender e de comprar, mesmo que de pequenas empresas. Jorge Bianchi

Mais notícias