08 de maio de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

CAMPEONATO BRASILEIRO - 28/08/2020

Rodriguinho cobra Bahia mais regular contra o Palmeiras: “Nosso maior defeito é a oscilação”

Rodriguinho cobra Bahia mais regular contra o Palmeiras: “Nosso maior defeito é a oscilação”

Bahia sofreu, no último fim de semana, a primeira derrota no Campeonato Brasileiro 2020. No Castelão, em Fortaleza, o Tricolor não se apresentou bem e acabou com um revés pelo placar de 2 a 0 para o Ceará. O resultado deixou lições para o meia Rodriguinho. Nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva, o jogador falou sobre a atuação do time e dos erros que não podem se repetir no decorrer da competição.

- A gente tem que ser mais consistente durante a partida. A equipe vem oscilando muito. O jogo contra o Ceará foi meio apático, acho que a equipe sabe que ficou devendo. A gente não pode entrar numa partida daquela forma. Temos que ter a consciência que não podemos repetir esse tipo de atuação. A equipe vem muito bem no campeonato, fazendo bons jogos. E deixamos a desejar em um, mas trabalhamos já nesta semana para que se corrijam os defeitos e que a gente possa fazer melhor no próximo jogo.

A oscilação do Bahia não ficou restrita ao jogo contra o Ceará. Na estreia da Série A, diante do Coritiba, o time fez um bom primeiro tempo, mas caiu de rendimento na segunda etapa e quase deixou o triunfo escapar. Um cenário parecido ocorreu na partida seguinte, contra o Bragantino.

- Nosso maior defeito é a oscilação dentro da partida. Alguns momentos bons e outros ruins. Temos que tentar manter uma regularidade para que a equipe possa performar a maior parte do tempo na excelência, na concentração. São coisas que a gente está buscando. Nossa maior qualidade é uma equipe que está tentando propor jogo, conseguindo construir chances de gol. Principalmente, no primeiro tempo, acho que a equipe está muito bem. A gente espera que, contra o Palmeiras, a gente possa fazer da mesma forma, para que a gente não sofra tanto – pontuou.

A derrota para o Ceará fez o Bahia voltar a viver dias turbulentos. Na reapresentação do elenco, torcedores protestaram em frente ao Centro de Treinamento Evaristo de Macedo. Pressionado, o Tricolor enfrenta o Palmeiras neste sábado, às 19h (de Brasília), em Pituaçu. Rodriguinho espera que o time consiga uma boa apresentação para aliviar a barra de Roger Machado, que é o principal alvo de críticas da torcida.

- Torcedor é bem passional. A gente entende que, quando acontece alguma derrota, como foi, as coisas possam sair do controle. Eu fico triste, porque o Roger é um cara de quem eu gosto muito, um treinador de excelência, tem o apoio total do grupo, todo mundo gosta do trabalho dele e do que vem sendo feito. Então a gente está se dedicando bastante para que os bons resultados possam mantê-lo no cargo, porque ele é um cara muito querido por todos.

Além de preservar o cargo de Roger Machado, Rodriguinho espera que boas atuações possam também trazer mais tranquilidade para os jogadores mais jovens do elenco.

A gente sabe que trabalhar na pressão é mais complicado. Alguns jogadores sentem mais. Eu espero que as próximas atuações nos deem uma tranquilidade para que a gente possa trabalhar melhor, mais tranquilo. O Ceará foi o único jogo que eu vejo que a equipe não produziu como vinha produzindo. O jogo contra o São Paulo foi muito bom, a equipe teve chance de vencer o jogo no Morumbi. Nós provamos que somos uma equipe qualificada. E temos que demonstrar isso contra o Palmeiras. É uma pressão interna mesmo, nossa, de se cobrar, porque sabemos que a última partida não foi aquilo que representa o nosso time.

Com sete pontos, o Bahia ocupa a 8ª colocação da Série A. O Palmeiras, com um ponto a mais, aparece na 4ª posição da tabela de classificação. Informações por Globo Esporte







Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%

Mais notícias