15 de agosto de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

BRASIL - 24/04/2020

Mototaxistas, taxistas e motoristas de app começam a receber cestas básicas em 28 de abril

Mototaxistas, taxistas e motoristas de app começam a receber cestas básicas em 28 de abril

O prefeito Roberto Cláudio anunciou na noite desta quinta-feira (23) em uma transmissão ao vivo nas redes sociais que taxistasmotoristas de aplicativomototaxistas e profissionais do transporte escolar começam a receber cestas básicas a partir da próxima terça-feira, dia 28 de abril. Além dessas categorias, a entrega também vai contemplar as mães de crianças que estão fora da idade escolar e que recebem o Bolsa-Família.

Ao todo, serão contemplados, no período de dois meses, 7.800 motoristas de aplicativos, 5.099 taxistas e 1.518 mototaxistas, incluídos no projeto de segurança familiar da prefeitura e prejudicados pela pandemia do novo coronavírus.

"A gente já está entrando em contato com as pessoas via SMS e WhatsApp para informar que elas serão beneficiadas e orientando em qual escola e dia específico devem comparecer para pegar a sua cesta básica. Além dos alimentos, entregaremos também máscaras para proteção individual", disse o prefeito. 

Roberto Cláudio ressaltou ainda que em caso de dúvidas sobre cadastro ou para saber se a pessoa se enquadra ou não na categoria apta para receber os donativos, basta entrar em contato com o número 156. Ele garantiu ainda que ação de entrega das cestas vai ser realizada novamente no mês de maio em data a ser divulgada posteriormente. 

Regiões críticas

Na mesma transmissão ao vivo, Roberto Cláudio fez um alerta quanto a cinco áreas de Fortaleza que têm se mostrado mais vulneráveis ao novo coronavírus (SARS-CoV-2). Ele ressaltou ainda que esta quinta-feira foi o dia com o maior número de confirmações de mortes pela doença desde o início da pandemia, sendo 23 óbitos atestados por exames.

Os pontos críticos de Fortaleza, conforme enumerados pelo prefeito, são: o eixo Pirambu/Cristo Redentor/Barra do Ceará/Álvaro Weyne/Carlito Pamplona; o eixo Grande Mucuripe, incluindo Vicente Pinzón, Cais do Porto e Serviluz; a área do Conjunto Prefeito José Walter e Planalto Airton Senna, incluindo os residenciais do Cidade JardimGrande Bom Jardim e, por fim, Grande Jangurussu

"Na verdade, a gente já tem o problema hoje instalado no território da cidade praticamente inteiro, mas essas cinco regiões em especial são áreas em que a gente precisa garantir que o isolamento social seja praticado. Do mesmo jeito, garantir que pessoas nesses bairros que tenham acima de 60 anos de idade e sintomas gripais já procurem o serviço de saúde. E pessoas abaixo de 60 anos que desenvolvam um quadro mais severo de virose, um início de uma falta de ar, também procurar, porque o tempo de atendimento tem sido um fator diferencial pro prognóstico e evolução do paciente", esclarece o gestor. 

Ocupação de leitos

Com relação aos leitos municipais à disposição dos pacientes com a Covid-19, Roberto Cláudio afirma que o hospital de campanha no estádio Presidente Vargas tem hoje 56 pacientes transferidos, entre aqueles que receberam alta das unidades de terapia intensiva (UTIs), ou dos que foram encaminhados de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Os leitos de UTI do Instituto Dr. José Frota 2 (IJF 2) contam com apenas duas unidades vagas.

A estratégia adotada agora, segundo o prefeito, é reforçar as internações precoces de pacientes com sintomas leves, mas com possibilidade de o desenvolvimento da doença para estágios mais graves.

"Vamos começar a fazer uma internação mais precoce desses pacientes, para evitar que eles fiquem em casa com sintomas leves, mas com marcadores de que podem complicar. Vamos ser mais conservadores em relação a isso. Internar precocemente nem que o paciente precise ficar só dois ou três dias internado", explica.

Covid-19 no Ceará

Segundo os dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa), divulgados às 17h15, o total atual é de 4.702 infectados pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e de 271 mortes pela doença.

Houve um acréscimo de 586 novos resultados positivos para o vírus, além de mais 32 mortes confirmadas em relação aos dados fornecidos no mesmo horário desta quarta-feira (22).

Os pacientes estão distribuídos por 116 municípios cearenses e, do total, 3.698 se concentram em Fortaleza - cidade com maior concentação do coronavírus.

A Capital também reúne a maioria dos óbitos, sendo 207 até o momento. A taxa de letalidade da Covid-19 no Ceará é de 5,8%, e em Fortaleza chega a 5,6%. 

A faixa etária que reúne a maior quantidade de óbitos é de 80 anos ou mais, para ambos os gêneros. Ainda de acordo com o boletim do IntegraSUS, morreram 80 pacientes nesse intervalo de idade. Informações por Diário do Nordeste

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?

*Enquete encerrada.
  • 16%
  • 30%
  • 55%
  • 0%