01 de junho de 2020
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

BRASIL - 27/02/2020

Brasileiro infectado vai ficar isolado em casa; Mandetta descarta restringir viagens

Brasileiro infectado vai ficar isolado em casa; Mandetta descarta restringir viagens

O brasileiro que foi diagnosticado com o novo coronavírus no organismo ficará isolado em casa, na capital paulista, enquanto estiver apresentando os sintomas da infecção. A informação foi dada pelo Ministério da Saúde, nesta quarta-feira, logo após a pasta confirmar a ocorrência do primeiro caso da doença no país. O homem, de 61 anos, esteve na Itália entre os dias 9 e 20 de fevereiro.

Ele desembarcou no Brasil no dia 21, começou a sentir os sintomas no dia 23 e teve a infecção confirmada horas após dar entrada no hospital, nesta terça. Como explica o ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, todas as pessoas que viajaram próximas ao paciente ou estiveram com ele antes de os sintomas começarem a se manifestar, terão o estado de saúde monitorado por, pelo menos 14 dias.

“Ela é abordada, se esteve nos lugares, a partir de então, se tiver qualquer sintoma, é dada a orientação para que fique em casa, entre em contato, direciona-se para a unidade de saúde, faça os testes. A gente organiza individualmente essas pessoas do contato”.

Desde que as primeiras suspeitas de infecção pelo Coronavírus começaram a surgir no Brasil, o país passou do nível de alerta para o de perigo iminente. Agora, com a confirmação do caso, foi declarada emergência em saúde pública.

De acordo com o Secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, há um planejamento para cada uma dessas etapas, inclusive para as que podem estar por vir.  O fato é que, é preciso aguardar para ter uma noção exata de como será o comportamento do vírus no bioma brasileiro. Segundo o Mandetta, o Brasil está preparado para enfrentar um eventual aumento no número de casos. Neste caso, ele afirma que os Estados brasileiros estão preparados.

O ministro garante que os insumos necessários para se lidar com casos do novo Coronavírus, como máscaras e luvas, já estão sendo enviados para as unidades de saúde do país. “O Brasil não é um país de concentração tão alta em idosos, como os países europeus,e nós vamos atravessar, com certeza vamos passar por essa situação, aguardando, investindo em pesquisa, ciência e clareza em informação”.

Mandetta deixou claro que não há possibilidade de se restringir tanto viagens de brasileiros ao exterior quando a entrada de estrangeiros no país. Ele garantiu que, quem foi pra rua pular carnaval, não precisa se preocupar. “A nossa preocupação sempre foi as pessoas saírem do Brasil, porque aqui as pessoas estão dentro de um bioma em equilíbrio, já existe a comunicação e o volume de anticorpos próprio do nosso ecossistema. Se essa pessoa foi para Itália, totalmente fora da faixa etária de carnaval, 60 anos.”

As autoridades deixaram claro que o fato de o Brasil ter um sistema único de saúde que trabalha de forma integrada com o sistema particular contribuiu para que o diagnóstico e a confirmação da infecção tenha saído tão rapidamente. De qualquer forma, é bom deixar claro que há, pelo menos, 20 casos suspeitos em análise no país.

Os números tem sido atualizados pelo ministério da Saúde, diariamente, ao meio dia.

* Com informações do repórter Antônio Maldonado.

JOPANVEM 

Enquete

Você acredita que teremos uma vacina contra o Coronavírus (COVID-19) neste ano de 2020?