17 de abril de 2024
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

BAHIA - 19/03/2024

UFRB realiza entrega do título de Doutor Honoris Causa ao Mestre Felipe Santiago em 27 de março

UFRB realiza entrega do título de Doutor Honoris Causa ao Mestre Felipe Santiago em 27 de março

O mestre de capoeira Felipe Santiago, 96 anos, receberá o título de Doutor Honoris Causa, concedido pelo Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em sessão solene marcada para o dia 27 de março, às 15h, no Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), Campus Santo Amaro. O evento será transmitido pela TV UFRB.

O reconhecimento é conferido a personalidades eminentes, nacionais ou estrangeiras, não pertencentes ao quadro de servidores(as) efetivos(as) da UFRB, que se tenham distinguido pelo saber e/ou pela atuação em prol das ciências, das artes, da filosofia, das letras, das culturas, do desenvolvimento e entendimento dos povos, cuja contribuição seja ou tenha sido de alta relevância para o país ou humanidade. A UFRB já concedeu o título doutor(a) Honoris Causa a seis personalidades: Kabengele Munanga, Mateus Aleluia, Ricardina Pereira da Silva (Dona Cadu), Marcio Meirelles, Paulo Klinger Tito Jacomine e Dalva Damiana de Freitas (Dona Dalva).

Felipe Santiago é a sétima personalidade de relevantes serviços prestados à sociedade que receberá a honraria, concedida pela UFRB. A proposta da homenagem é de autoria da professora Carolina Gusmão Magalhães, do Centro de Ciências da Saúde (CCS), e do professor Jean Adriano Barros da Silva, do Centro de Formação de Professores (CFP). Segundo Carolina, a propositura do título Doutor Honoris Causa ao Mestre Felipe vem da importância dele para a cultura afro-brasileira. “A capoeira está em 170 países hoje e o mestre é reconhecido como o mais antigo capoeirista em atividade no mundo. E ele está em um município sediado pela UFRB. Então a gente disse, será a UFRB a entregar esse título honorífico”.

Mestre Felipe

Angoleiro mais velho em atividade em Santo Amaro, Mestre Felipe começou a praticar capoeira, em 1945, com o angoleiro Mestre Arlindo; em 1947, passou a ser aluno do Mestre Vivi de Popó. Mestre Felipe é um dos maiores compositores de música de capoeira do Recôncavo. Já participou nas gravações de CD’s de capoeira, a exemplo dos discos “Salve Deus e Salve a Pátria”, em 2001, e “Vamos Vencer Camará”, de 2003. Confecciona artesanatos e participa de inúmeras rodas de samba.

Confira o Parecer da Concessão de título Doutor Honoris Causa ao Mestre Felipe Santiago.


Assessoria de Comunicação
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Mais notícias