20 de setembro de 2021
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

BAHIA - 27/05/2021

Fapesb lança edital para apoiar mulheres inventivas e inovadoras na Bahia

Fapesb lança edital para apoiar mulheres inventivas e inovadoras na Bahia
Investir em ideias inovadoras e incentivar a produção de ciência, tecnologia e inovação. Esses são alguns dos objetivos da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) ao lançar, nesta sexta-feira (28), às 14h, em evento virtual com transmissão pelo YouTube da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Edital Inventiva, que tem como foco apoiar projetos de mulheres inovadoras da Bahia. O investimento é de mais de R$ 1,6 milhão, e as inscrições para a seleção desses projetos estarão abertas até 23 de julho.

O edital, que está disponível no site da Fapesb (www.fapesb.ba.gov.br), estimula o empreendedorismo feminino com a geração de empresas de base tecnológica e com ideias inovadoras. Além disso, a Fapesb quer apoiar transformações de ideias inovadoras que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos do estado da Bahia. Para participar, os projetos podem fazer parte das temáticas nos setores de biotecnologia, genética, tecnologia social, de inovação, dentre outros.  

Para a secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, é sempre importante lembrar que o empreendedorismo feminino e científico vem de muitos anos com grandes feitos na história da ciência. "As mulheres sempre foram responsáveis por invenções de suma importância para a humanidade. Ao longo da história, podemos perceber o quanto essas inovações mudaram a vida de tantas pessoas", afirmou a secretária.

Um importante exemplo, segundo Adélia, é a jovem baiana Anna Luísa Beserra, que desenvolveu o projeto chamado Aqualuz e tornou-se a primeira brasileira a ganhar o Jovens Campeões da Terra, principal premiação da ONU para pessoas entre 18 e 30 anos, que desenvolvem trabalhos relacionados à melhoria do meio ambiente. A jovem cientista investiu seus conhecimentos na pesquisa de uma tecnologia para tratamento de água, a fim de auxiliar no enfretamento da seca em regiões como o semiárido nordestino e a combater doenças causadas por água contaminada.

Além disso, a cientista baiana Jaqueline Goes é um dos nomes mais lembrados nos dias atuais, graças à pesquisa que possibilitou o sequenciamento do primeiro genoma do coronavírus em território brasileiro. Foram necessárias apenas 48 horas após a confirmação do primeiro caso da doença no país para que Jaqueline e demais pesquisadores concluíssem este trabalho.

Para a secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, a parceria da Secti com a SPM no edital Inventiva marca a prioridade do Governo da Bahia para Incentivar as mulheres e meninas nas ciências. "Em especial, estamos falando de incentivar a participação feminina nas áreas de tecnologia e inovação, e no caminho de uma política pública mais sistemática para incentivar, valorizar e dar visibilidade ao protagonismo feminino nas ciências", disse.

O diretor-geral da Fapesb, Márcio Costa, destacou a importância de um edital voltado para o incentivo à inovação de mulheres cientistas. "Estamos muito felizes em lançar o Edital Inventiva e temos a certeza de que ações como essa estimulam o caráter inovador da nossa sociedade, principalmente, neste caso específico, das mulheres pesquisadoras da nossa Bahia, que, ao longo dos anos, vem contribuindo para o avanço de diversas áreas do conhecimento com pesquisas, soluções e invenções em prol de toda a sociedade", concluiu.

Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Mais notícias